Cap. 8 – Sobre meu estranho mundo

Prosaico

Capítulo 8 – 11 de junho de 2021. 02:57. desvanecendo.

Estava assistindo um filme que me deixou meio à deriva. O filme não tem nada a ver especificamente sobre a minha vida, mas por algum motivo que obviamente não vou consegui explicar, eu fui ver meus destacados no Instagram. O que também não faz sentido com nada, é eu sei. Se nem eu me entendo as vezes, como é que eu iria conseguir me explicar pra vocês. Aliás, por que ser excêntrico é um tipo de defeito? sério, qual é a graça de ser igual a todo mundo?? que vida mais chata querer ser igual a fulana ou sicrano, vocês não acham? hahaha estou saindo da linha de raciocínio, voltando… Lá nos destacados li um post que destaquei que explicava por mim a exata forma de como sou socialmente. Aquilo trouxe uma enxurrada de mais reflexões. Na verdade eu não deveria estar em plena quinta feira acordada às quase 2h, mas enfim, isso não vem ao caso agora. A questão mesmo é que um pequeno trecho que eu li ficou ecoando na minha cabeça

“Eu vivo no meu mundo, mas estou sempre aqui”

Fiquei pensando sobre esse suposto mundo… eu sou publicitária mas trabalho como designer, pinto aquarela, escrevo, tento tocar ukulele porque o violão roxo que eu tinha era mais de enfeite do que pra tocar. Amo museus, amo arte, amo música mas nunca consegui me dedicar pra aprender tocar um instrumento direito sem desanimar depois de um tempo. Mesmo que eu tenha um sonho distante de futuramente ter uma sala com todos os tipos de instrumentos possíveis… ah, eu amo orquestras talvez isso tenha me influenciado. Tenho poucos amigos, dá pra contar em uma mão. Detesto multidões, com exceção de shows e festivais.

Dificilmente gosto de alguém, mas quando gosto é pra valer. Provável que seja por isso que eu fuja tanto dos meus sentimentos. As pessoas hoje em dia só querem jogar e se divertir em “relacionamentos” que no fim nem são nada de verdade, é só uma coisa de momento. E no meio disso tudo eu sou aquela pessoa que não sabe jogar e perde toda vez. E quando vê que está perdendo, o jeito é pedir pra sair antes que o estrago seja feito (em mim, no caso). Não sei colecionar essa figurinhas de chats… não consigo. E meu deus! como eu iria administrar várias pessoas mantendo contato e tudo mais? não, isso ai realmente não é pra mim. E não julgo quem consegue, eu acho essa uma tarefa bem difícil. Talvez se eu tivesse essa habilidade eu seria aquelas pessoas populares com milhares de amigos. Mas no fim do dia eu sou a pessoa que prefere sucos do que refrigerantes. Café e as vezes chá. Prefiro o céu, o mar ou a sombra de uma arvore do que sei lá?… o que as pessoas costumam fazer pra relaxar? bem, eu sempre fui assim por muito tempo, acho que desde sempre. No início até era meio solitário mas com o tempo a gente se acostuma né?

E estou falando disso tudo porque percebi que esse é o meu mundo e que ele é um pouco diferente do comum. Obviamente não é único. Não sou exclusiva. Mas sei que numa visão geral, esse mundo é o que as pessoas olham meio sem entender e acham estranho. Sei também, pelo menos agora eu sei, que não é fácil lidar com ele. Sei que as vezes posso ser um pouco escorregadia. Mudo de ideia frequentemente. Estou sempre inventando algo novo pra fazer. 8 ou 80. As vezes estou aqui com toda a minha presença, mas as vezes desapareço. Sei também que as vezes faço falta, mas inevitavelmente também preciso sair pra ficar só existindo por alguns instantes. Vejo agora que pouquíssimas pessoas sabem disso e eu nem sei porque eu estou escrevendo isso aqui, talvez seja esse eclipse em gêmeos que eu não faço a menor ideia pra que serve.

Mas de alguma maneiro sinto que vou ser aquelas mulheres que vivem de algum tipo de arte. Talvez tenha boatos meus na vizinhança dizendo que sou uma velha ranzinza que faz bruxaria. Serei a velha no final da rua com cabelos cacheados grisalhos. Que da comida para os animais de rua na calçada da casa. Que sem importa com os vizinhos mas não fala com ninguém. Que as vezes aparece pra xingar por causa do barulho e que talvez tenha algum gato e um cachorro. E se tudo der certo, talvez seja uma casa com uma sala de instrumentos e um atelier recheado de quadros… e é possível que eu esteja sendo pessimista, mas provavelmente serei solteira pois não socializo muito e os caras que conheço não tem muita paciência com esse meu jeito meio aleatório. E nem sei porque estou aqui sendo tão honesta para umas duas pessoas desconhecidas que vão ler esse texto e me achar ridícula ou patética hahahah

Enfim, ignorem. Foi só mais um dos meus pensamentos aleatórios que surgem na madrugada. Eu nem deveria estar acordada. Acho que perdi meu filtro. Estou escrevendo tudo que vem na minha mente. Nem sei se vou postar esse texto, mas se caso eu fizer isso talvez eu apague ele repentinamente quando perceber que estou me expondo gratuitamente na internet.

Boa noite e escutem Yesterday do Beatles.

ps: Juro que estou acabando. Falando de Beatles eu lembrei de um dia que estava fazendo aula de música durante o ensino médio e o professor estava comentando comigo de ensinar pra turma Yesterday no violão porque é fácil, e eu adorei porque sempre gostei de Beatles. Quando ele falou a ideia dele pro resto da turma as pessoas ficaram com cara de paisagem… e eu também fiquei mas foi de espanto. Eles não conheciam Beatles (um absurdo, eu sei). O professor ficou incrédulo e eu mais ainda. Claramente aquelas pessoas só estavam passando pela fase roquer rebelde que escuta as bandas da moda mas na real nem gostam tanto assim de rock… ai enfim, tchau)

Tocando agora: The Beatles – Hey Jude
(ps2: eu estou escutando beatles agora por isso estou falando tanto deles, mas não sou mega fã então nada de entrevistas nos comentários sobre meus conhecimentos sobre eles. O máximo de conhecimento que sei deles são os nomes e as músicas, apenas.
ps2: blackbird é a minha música favorita de todas.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s